Porsche

Um mito que se materializa em cada ronco de motor (que a concorrência tenta copiar mas não consegue), em cada linha arrojada no desenho, cada detalhe de desempenho e segurança. Assim é a PORSCHE, marca mais bem sucedida e vedete do setor automobilístico mundial da atualidade. Toda a energia que existe na marca se revela sob forma de fascínio e paixão. Só um verdadeiro PORSCHE pode ser tão atraente a ponto de ostentar esse símbolo.

A história
A trajetória da PORSCHE não começa com o primeiro carro esporte construído em 1948. Suas raízes datam do começo do século 20, quando o jovem engenheiro e piloto de teste austríaco Ferdinand Porsche apresentou seus primeiros projetos de design, dentre eles um carro com motor elétrico, chamado de Lohner-Porsche, exibido na exposição de Paris em 1900. O eixo de roda inventado pelo jovem engenheiro começava então a fazer o nome PORSCHE famoso no mundo inteiro. Em 1928 Ferdinand Porsche já fazia parte da equipe de engenheiros responsáveis pelo desenvolvimento dos legendários Mercedes SS e SSK. Finalmente, no ano de 1931, fundou o escritório de engenharia PORSCHE (Porsche Engineering) na cidade de Stuttgart na Alemanha. Desenvolveu projetos importantes para a percussora da Volkswagen na década de 30. Em 1938, sob sua direção, foi construída na cidade de Wolfsburg na Alemanha a primeira linha de montagem da Volkswagen, responsável pelo projeto Type 60, que viria a ser conhecido como o popular Fusca ou Käfer, em alemão. Com o advento da Segunda Guerra Mundial os projetos foram suspensos e o carro só começou a ser produzido em série no ano de 1946.


Em 1948, Ferdinand Porsche Júnior (filho de Ferdinand), e conhecido carinhosamente como Ferry, construiu a partir do Volkswagen um carro esportivo em Gmünd na Áustria, com o nome de Cisitalia. Nascia assim o primeiro carro esportivo do mundo, o 356, um roadster extremamente leve produzido em alumínio. O número fazia alusão ao fato deste ser o 356° projeto do escritório de design PORSCHE. Finalmente, em 8 de junho, o primeiro carro levando o nome PORSCHE, denominado modelo 356/1, desenvolvido por Ferry Porsche e sua equipe, recebe homologação oficial. Em 1949 é apresentado o carro de corrida PORSCHE Cristalia 360 no salão do automóvel de Turim, tendo 1493cc, tração nas quatro rodas e velocidade máxima de 300km/h. A PORSCHE muda seus escritórios para a cidade alemã de Zuffenhausen, próximo a Stuttgart, somente em 1950, quando oficialmente passa a ser uma fábrica de automóvel independente. Assim começa um novo capítulo na história da marca. Nos galpões alugados da Reutter, uma fabricante de carrocerias, a produção foi aprimorada. O ano de 1951 é marcado por tristezas e alegrias: primeiro com a morte de Ferdinand Porsche, aos 75 anos devido a complicações de um enfarte, e segundo com a vitória do PORSCHE 356 nas 24 horas de Le Mans, a primeira vitória internacional da marca em corridas. Esta década confirmaria a evolução da marca PORSCHE com o lançamento, em 1953, do motor Fuhrmann para o Porsche 550 Spyder, com 1.5 litros , 4 cilindros e 110 hp; a primeira aparição da montadora na F-1, no GP da Alemanha de 1957, utilizando o modelo 550 RS, com o italiano Umberto Maglioli e o alemão Edgard Barth; além da comemoração do 25º aniversário da marca, quando o PORSCHE 356 de número 10.000 foi produzido e apresentado no hall da fábrica. Nesta altura, a PORSCHE já somava 400 vitórias em corridas internacionais. Uma década depois do lançamento do modelo 356, mais de 25.000 unidades foram produzidas. Até o final da série, em 1965, estima-se que foram feitos 77.361 unidades deste modelo.


Em 1969 ocorreu a apresentação no Frankfurt Motor Show dos modelos 914-4 e 914-6, dois carros de competição com motor central. Nesta época, a PORSCHE vence pela segunda vez o campeonato mundial de carros de fábrica e, pelo segundo ano consecutivo, o PORSCHE 911 vence o rali de Monte Carlo. Em 1971 foi inaugurado o Centro de Desenvolvimento e de Produção em Weissach, que viria a ser o coração nervoso da empresa. No ano de 1989 a PORSCHE introduziu uma tecnologia revolucionária no setor automobilístico: o sistema Tiptronic de câmbio com quatro velocidades, operado manualmente ou como transmissão automática, lançado na linha 911 Carrera 2. Pouco tempo depois, outro conceito inovador era introduzido no mercado: o carro-conceito Boxster, apresentado na Detroit Auto Show. Em 1992 quando todos pensavam que a montadora seria comprada por um grande grupo, chega à presidência da PORSCHE o Dr. Wendelin Wiedeking. O quadro era preocupante: a produção tinha tornado-se pouco lucrativa e os produtos fracos. O maior exemplo da ineficácia da montadora: em janeiro de 1991 foram vendidos somente três carros nos Estados Unidos, atingindo o ponto mais baixo das vendas da marca no país.


Então, ele trouxe para a central de Zuffenhausen assessores japoneses da Kaizen que reorganizaram a produção; fases inteiras de trabalho foram eliminadas, os seis níveis hierárquicos foram reduzidos a quatro; o quadro de executivos sofreu uma redução de 38%; e adotou as jornadas de trabalho flexíveis. Uma parte dos planos de saneamento foi a introdução de estruturas flexíveis e a redução dos custos. Por outro lado, os invendáveis 928 e 968 não foram mais produzidos, dando-se início ao desenvolvimento de um novo modelo. Em apenas quatro anos surgiu o novo Boxster. O protótipo foi recebido com entusiasmo na Detroit Motor Show de janeiro de 1997. Dr. Wiedeking, um ”workaholic”, deu novo impulso à montadora. Tem-se a impressão de que a meta é sempre a mesma: aumentar a produção, o faturamento, os lucros e a cotação das ações. O resultado é que a PORSCHE jamais construiu e vendeu tantos carros como nos últimos anos. Recentemente, a PORSCHE tornou-se o principal acionista (30% das ações) do Grupo Volkswagen, e analistas previam que não iria demorar muito para a montadora de Stuttgart comprar a gigante alemã. E acertaram, pois, em 3 de março de 2008, a nanica, mas rentável, PORSCHE assumiu o controle de 51% do Grupo Volkswagen. Foi desta forma que a marca tornou-se sinônimo de ousadia, esportividade e luxo, posicionando seu principal produto como um automóvel cheio de exclusividade. Inovações na construção de carros esportivos e notáveis desenvolvimentos alcançados pela PORSCHE sempre tiveram um efeito marcante na indústria automobilística, mesmo em montadoras concorrentes.


A linha do tempo
1963
● No salão do automóvel de Frankfurt, apresenta seu modelo de maior sucesso, o lendário PORSCHE 911, uma obra-prima projetada por Ferdinand Alexander Porsche. Um design para a eternidade. O conceito de um motor traseiro refrigerado a ar estava de volta neste modelo. Foi lançado inicialmente com o nome de 901, mas devido aos direitos comerciais adquiridos pela Peugeot, teve que alterar o nome. Sua produção começou no ano seguinte.
1966
● Entra em produção o PORSCHE 911 Targa, aquele que foi considerado o conversível seguro, devido ao seu teto rebatível em vidro.
1970
● O PORSCHE 917 (motor boxer de 4.5 litros e 12 cilindros) é apresentado pela primeira vez ao público em Genebra, na Suíça.
1974
● Lançado o PORSCHE 911 Turbo, começando uma nova era no segmento de carros esportivos com turbo compressores.
1975
● Lançamento do PORSCHE 924, o primeiro carro esporte com eixo transversal. O carro tinha motor na frente e tração e transmissão na traseira.
1977
● Início da produção do modelo 928, conhecido como “o grande PORSCHE”, equipado com motor V8 em aço leve e configuração de eixo transversal. Foi o único carro esportivo do mundo a ganhar o título de “Carro do Ano” até os dias de hoje.
1982
● O PORSCHE 956, maior sucesso entre os carros de competição de todos os tempos, começava sua vitoriosa carreira.
1985
● Lançamento do PORSCHE 959, um marco da nova tecnologia. Um número limitado deste modelo foi construído. Em 1986, este foi o primeiro esportivo a vencer o Rali Paris-Dakar.
1991
● Todos os modelos passam a contar com airbag frontal para o motorista e passageiro como itens de série.
1995
● Apresentação do novo PORSCHE 911 Turbo com seu motor bi-turbinado, sendo o primeiro carro do mundo equipado com o sistema de computação de bordo, chamado “on board diagnosis II”. Era o carro com a menor taxa de emissões de poluentes de todos os veículos de série do mercado graças ao EBD II, um sistema de controle de emissões de dióxido de carbono.
● Nesse mesmo ano é lançado o 911 GT2, em edição limitada, até então o modelo PORSCHE mais potente construído para estrada.
1996
● Início da produção do novo PORSCHE Boxster, um roadster de motor central, após três anos e meio de desenvolvimento. A PORSCHE estabeleceu uma produção anual de 15.000 unidades. A montadora, recentemente, comemorou a produção da 200.000ª unidade do modelo. O carro histórico, um Boxster S cinza metálico, saiu da linha de montagem da Valmet Automotive (parceira da PORSCHE) em Uusikaupunki, na Finlândia, e foi comprado por um cliente dos Estados Unidos. O mercado mais importante para o PORSCHE Boxster é a América do Norte com 40% das vendas, seguido pela Alemanha com 20%.
2000
● Lançamento do PORSCHE Carrera GT, inspirado no modelo de corrida, o PORSCHE GT1, que venceu em 1998 as 24 Horas de Le Mans. O modelo era equipado com um belo motor V10 de 612 cavalos, de som extremamente agudo e inconfundível.
2003
● O PORSCHE Cayenne, um dos lançamentos mais polêmicos da montadora em toda sua existência, foi introduzido no mercado. Depois de alguns anos de desenvolvimento, a marca alemã apresentou sua interpretação para o conceito de veículo utilitário esporte ou SUV (sport utility vehicle). Hoje em dia o modelo é apontado como um dos principais fatores para o sucesso atual da montadora.
2005
● Lançamento do PORSCHE Cayman, um esportivo de dois lugares baseado na série Boxster e equipado com motor boxer recém-desenvolvido, de 3.4 litros e potência de 295 cv. Esse conjunto é responsável por um desempenho que atinge velocidade máxima de 275 km/h.
2009
● Um novo sonho. É na fábrica de Leipzig que a PORSCHE começou a construir o seu futuro coupê de quatro portas: o Panamera. O novo modelo é montado na fábrica, após a construção da sua carroçaria pela VW, em Hannover. O espaço destinado à produção de um dos mais ousados modelos da PORSCHE, comsumiu um investimento de cerca de 120 milhões de euros e ocupa uma área de 25 mil metros quadrados. Com expectativa de vendas em torno de 20 mil unidades por ano, a PORSCHE aposta muito no modelo.


A marca
O que é a marca PORSCHE? Para a prestigiada revista econômica americana Business Week é a melhor empresa européia. Para os analistas dos grandes bancos, a menor montadora independente do mundo e também a empresa de maior lucratividade. Em uma recente pesquisa da revista Manager Magazin, 2.500 gerentes alemães elegeram a PORSCHE como a empresa de maior prestígio na Alemanha. Nos Estados Unidos, justamente o maior mercado da marca no mundo, a PORSCHE foi premiada com o primeiro lugar em uma pesquisa sobre a marca de automóvel de luxo com mais prestígio entre o público de alta renda do país. Isto é a marca PORSCHE.


O design
A relação da PORSCHE com o design sempre foi extremamente forte. Aliás, o DNA da marca sempre foi seu design exclusivo e ousado. Tanta importância resultou na fundação do estúdio Porsche Design, criado por Ferdinand Alexander Porsche (neto do fundador da empresa), em 1972 na cidade austríaca de Zell am See, que rapidamente tornou-se um nome de ponta nas áreas de desenho industrial, itens de luxo e bens de consumo. Desde então, os seus produtos (que englobam, além dos produtos automobilísticos, malas, relógios, óculos, canivetes, chaveiros, canetas, telefones celulares, cafeteiras, tênis, roupas, entre outros itens) tornaram-se um verdadeiro exemplo de funcionalidade intemporal e de inovação técnica. Um exemplo disso é um cachimbo que esbanja charme, produzido com a raiz de urze branca, uma espécie de arbusto raro, com número de série e guardado em uma caixa especial para não arranhá-lo.


PORSCHE Club
A marca PORSCHE é um mito, um nome associado ao desejo, ao sucesso, à tecnologia, uma paixão. Paixão esta que motivou os aficionados por esta marca a estabelecerem um intercâmbio de informações, atividades e estilo de vida em comum. Este intercâmbio se traduz em uma entidade chamada Porsche Club, que agrega mais de 110.000 membros em 510 instituições no mundo todo. No Brasil, o clube iniciou suas atividades após a reunião de alguns amigos, no dia 5 de novembro de 1997. A missão do clube é proporcionar aos proprietários de automóveis da marca atividades em que possam usufruir da capacidade esportiva, performance e tecnologia de seu automóvel, com toda a segurança e dentro de um ambiente familiar. Quase dez anos após seu estabelecimento, o Porsche Club Brasil conta com pouco mais de mil associados, sendo o maior da América Latina.

As fábricas
A montadora alemã tem sua sede principal localizada em Zuffenhausen, nas cercanias de Stuttgart, na Alemanha. É neste complexo que está localizado o sistema nervoso do progresso da PORSCHE: o centro de pesquisa e desenvolvimento. O centro administra cerca de 3.550 patentes válidas mundialmente. Todos os anos, a esse número, são acrescidos mais 100 novas patentes. Este monumental complexo também abriga o Neues Porsche Museum (Novo Museu Porsche), que abriu suas portas em janeiro de 2008. No novo museu, a tradição de uma das marcas automobilísticas mais inovadoras ganhou vida em um empreendimento que representa o mais espetacular projeto de arquitetura feito pela empresa até hoje. O museu, que teve um custo de 50 milhões de euros, e chama a atenção devido ao projeto arrojado, baseado nos desenhos do escritório austríaco de Delugan Meissl. No museu estão expostos 80 carros e são apresentadas mais de 200 mostras sobre a montadora. A coleção histórica da PROSCHE possui 400 carros de corrida e de rua, como os míticos Porsche 356, 550, 911 e 917. Justamente por isso, os itens em exposição no museu são frequentemente trocados, aumentando o fascínio e a curiosidade dos 200 mil visitantes que a PORSCHE recebe anualmente


A segunda fábrica, localizada em Leipzig, na antiga República Democrática Alemã, foi inaugurada no dia 20 de agosto de 2002, ao custo de 127 milhões de euros, com capacidade para produzir 25.000 unidades anuais. Em um edifício em forma de diamante, com uma arquitetura que é o mais puro DNA da PORSCHE, estão abrigados os escritórios administrativos, a área de atendimento personalizado; um auditório; uma loja onde se encontram quase todos os artigos de merchandising, tanto da própria PORSCHE, como da Porsche Design; um restaurante para os clientes; e um pequeno museu, onde estão expostas “jóias raras” que fazem parte do seu rico acervo histórico. Além disso a fábrica de Leipzig, incorpora o que há de mais moderno na indústria automotiva, incluindo um local especial para testes com pista de asfalto e terra, bem como um maravilhoso centro de atendimento a clientes. A fábrica marca o ponto final de um integrado e ultramoderno processo de produção: a montagem do Porsche Cayenne. Porém, a parte mais emocionante da fábrica é o Porsche Driving Experience. Junto às instalações existem duas pistas exclusivas da montadora, uma delas de Off-Road, com seis 6km de distância e cerca de quinze diferentes obstáculos: rampas com inclinações de 60%, com maior e menor aderência; seqüências de lombadas; fossos com água; e rampas com inclinação lateral, entre outros. A outra pista conjuga partes dos mais famosos circuitos mundiais como Laguna Seca, Monza, Spa-Francochamps e Nurbürgring em uma extensão de 3.7km.


O logotipo
O logotipo da PORSCHE deixa claro, a forte ligação da empresa com o estado de Baden-Württemberg, na Alemanha, e em particular com a sua capital, Stuttgart. A cidade nasceu por volta do ano 900 como um haras, um “stuotgarten” do duque Liutolf da Suábia. No século 14 adotou o nome pela a qual conhecemos hoje, mas seus moradores (com um dos sotaques mais carregados do país) chamam-na de Schturgert. O cavalo negro ao centro do logotipo representa o brasão da cidade de Stuttgart, um símbolo perfeito para a imagem da marca. No logotipo, o brasão de Stuttgart está posicionado sobre o brasão de Baden-Württemberg, reforçando ainda mais os laços que unem a empresa a esta região da Alemanha.


Os slogans
Drive in its most beautiful form.
(1967)
There Is No Substitute.

Dados corporativos
● Origem: Alemanha
● Fundação: 1931
● Fundador: Ferdinand Porsche
● Sede mundial: Stuttgart, Baden-Württemberg
● Proprietário da marca: Porsche Automobil Holding SE
● Capital aberto: Sim (1972)
● Chairman: Wolfgang Porsche
● CEO & Presidente: Dr. Wendelin Wiedeking
● Faturamento: € 7.46 bilhões (2007/2008)
● Lucro: €6.29 bilhões (2007/2008)
● Valor de mercado: €4.6 bilhões (setembro/2009)
● Valor da marca: US$ 4.234 bilhões (2009)
● Vendas globais: 102.602 unidades (2007/2008)
● Fábricas: 2 (Zuffenhausen e Leipzig)
● Presença global: 100 países
● Funcionários: 12.012
● Segmento: Automobilístico
● Principais produtos: Porsche 911 Turbo, Porsche Boxster, Porsche Carrera GT, Porsche Cayenne, Porsche Cayman
● Outras marcas: Volkswagen, Scania, Audi, Seat, Lamborghini e Bugatti
● Ícones: O logotipo, o lendário Porsche 911 e o Museu Porsche
● Outros negócios: Porsche Design Studio
● Slogan: There Is No Substitute.
● Website: www.porsche.com

O valor
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca PORSCHE está avaliada em US$ 4.234 bilhões, ocupando a posição de número 74 no ranking das marcas mais valiosas do mundo.

A marca no mundo
Considerada a mais brilhante estrela do setor automobilístico atualmente, a PORSCHE tem seus cobiçados carros vendidos em cerca de 100 países ao redor do mundo. Sua produção modesta, pouco mais de 100 mil carros por ano, não impede que a PORSCHE seja altamente rentável. A empresa tem a maior média de lucratividade por carro vendido do setor: impressionantes US$ 30.000 de lucro por unidade comercializada. A montadora de Stuttgart é proprietária também do Grupo Volkswagen.

Você sabia?
● Novas idéias estão sempre vindo à tona na PORSCHE. Cerca de 3.500 patentes globais são gerenciadas no centro de desenvolvimento e pesquisa em Weissach.

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Agenda

    • dezembro 2016
      S T Q Q S S D
      « nov    
       1234
      567891011
      12131415161718
      19202122232425
      262728293031  
  • Pesquisar