Maserati

 
Logótipo Maserati

A marca italiana Maserati foi fundada pelos irmãos Maserati (cinco no total) em 1914. Os irmãos Maserati estavam responsáveis, até à data, pela criação de automóveis de competição para a marca Diatto. Mas com a suspensão da marca, da competição automóvel, os irmãos Maserati viriam a proceder à criação do primeiro automóvel Maserati em 1926.

Em 1937 a Maserati foi comprada pela família Orsi, alterando a sede da empresa para Modena em 1940. Os irmãos Maserati continuaram responsáveis pela construção dos automóveis, tendo ganho em 1939 e 1940 a competição de Indianapolis 500.

Com o início da II Guerra Mundial a Maserati começou a produzir componentes para a guerra, mas com o final da guerra voltou à produção automóvel lançando a série A6.

Em 1948 os irmãos Maserati deixaram a Maserati criando a construtora de carros OSCA.

No início dos anos 50 a Maserati começou a ficar com a vida mais complicada na competição automóvel, devido à forte concorrência da Ferrari e Alfa Romeo, acabando por abandonar a competição automóvel em 1957 devido a um acidente. A Maserati passou então a concentrar-se mais nos carros de estrada lançando em 1958 o Maserati 3500 GT, o Maserati Sebring em 1962 e o Quattroporte em 1963, sendo este o primeiro automóvel de 4 portas da Maserati.

Em 1968 a Maserati é comprada pela Citroën e sob o seu domínio começou a incorporou a sua tecnologia nos Maserati, utilizando também um motor Maserati no Citroën SM.

Com a crise petrolífera de 1973 a Maserati viu as suas vendas baixarem, pela baixa procura de carros desportivos. Com a falência da Citroën em 1974 e a formação do grupo PSA Peugeot Citroën a Maserati foi posta à venda, sendo comprada pela DeTomasso em 1975.

A Maserati lançou novos modelos em 1976, mas foi na década de 80 que o lançamento de um novo tipo de automóveis marcou uma viragem nas linhas da Maserati. Os novos modelos eram mais baratos que os Maserati típicos, mas possuíam uma atitude muito agressiva em estrada.

Em 1993 a Maserati volta a ser comprada, agora pela FIAT. Mas em 1997 a FIAT vendeu 50% da Maserati à Ferrari (marca que também pertence ao grupo FIAT). É em 1999 que a Ferrari passa a ter controlo total da Maserati, tornando a Maserati na sua divisão de luxo. Nesse mesmo ano lança o 3200 GT um modelo que volta às linhas típicas da Maserati. O 3200 GT possuía um motor com 3200 cc e 370 cv, capaz de alcançar os 100 km/h em menos de 5 segundos.

Em 2004 é lançada a 5ª geração do Maserati Quattroporte com um motor V8 de 4200 cc.

Em 2005 a Maserati voltaria para o controlo da FIAT, devido a um acordo entre a FIAT e General Motors.

Recentemente a Maserati voltaria a dar lucro, tendo aumentando o seu volume de vendas.

Maserati Quattroporte Maserati Spyder Maserati Quattroporte Maserati Birdcage Maserati Granturismo

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Agenda

    • dezembro 2016
      S T Q Q S S D
      « nov    
       1234
      567891011
      12131415161718
      19202122232425
      262728293031  
  • Pesquisar